Inflação: A Revanche

30 de novembro de 2011

Chuva de dolares

Uma ação coordenada dos principais Bancos Centrais do mundo impulsionou o otimismo nos mercados.
O FED reduziu sua taxa de Swap em dólares contra as outras moedas. Este custo vinha subindo nos últimos meses por conta da crise europeia.
Não vou tentar explicar o impacto nas reservas mundias desta ação mas posso dizer que a Europa terá mais tempo resolver o que vai fazer.
O maior motivador da alta nos mercados é que a torcida do Palmeiras estava muito vendida ( me desculpem os Palmeirenses).
Ontem fiz algumas considerações sobre o que vem acontecendo este ano. Movimentos como o de hoje confirmam meu pensamento ou seja não fiquem animados demais vamos ter uma visão pragmática.

Aproveitando vou ajustar novamente o Stoploss do real  peru-ou-frango + mapa-da-mina-II para R$ 1,86.

- Oh David eu perdi essa. Porque você não sugeriu este trade dentro dos padrões?
Por dois motivos : a) Esta posição é contra o movimento que espero no longo prazo ; b) Tecnicamente naquele momento nada indicava uma queda, era uma operação especulativa que por enquanto esta indo bem.
Em todo caso estava claro que naquele nível eu não era comprador.

Na tabela ao lado estão os principais índices e cotações de bancos americanos durante o dia:
Citibank + 5,71%
JP Morgan + 6,51%
Bank of America + 3,75%
Goldman Sachs + 5,17%
Morgan Stanley + 7,18%


Considerando que ontem apos o fechamento dos mercados a agencia de rating Standard & Poor´s rebaixou todos estes bancos seria previsível estas altas?
Motivo : Vendidos comprando para zerar suas posições!
Esta  lista compreendia 37 bancos de países sortidos. Sera que as agencias depois do fiasco de 2008 estão exagerando ao contrario?
O Deutsche Bank publicou um relatório apontando que os bancos americanos estão com a melhor liquidez dos últimos 50 anos! Em quem acreditar?

O SP500 fechou a 1.247 com expressiva alta de 4,33% o real a R$ 1,8080 com baixa de 2,00% e o euro a 1,3444 com alta de 0,85%.
Fique ligado!
 


29 de novembro de 2011

Contagem regressiva já?

Depois de 35 anos no ramo posso garantir que todo operador é supersticioso.
Uns não usam sapatos de amarrar outros só cueca branca e assim vai. Buscam alguma segurança sobre futuro ou seja o LUCRO!
Também me arrisco a afirmar que este ano não foi muito prazeroso ou seja lucrativo, os mercados foram para um lado depois para outro, devem estar tontos.
Meu ex-sócio da Planibanc dizia que em determinados momentos o mercado é cruel pois quem compra perde, quem vende perde e com um detalhe investindo no mesmo mercado. E é exatamente o que vem acontecendo.
Combinando tudo isso com o fato de estarmos próximo ao final do ano eles (operadores) devem estar contando os dias para seu termino como aquele prisioneiro que marca na parede os dias que faltam para sua liberdade, afinal de contas ano novo vida nova com muitos lucros.
Doce Ilusão infelizmente nada vai mudar e vamos ter que nos acostumar a este ambiente incerto, é assim que acontece quando mudanças estruturais estão em curso.

- David acho que você esta dando muita explicação para não colocar na reta.
Eu entendo sua ansiedade e eu gostaria de estar vivendo um momento com tendencias claras mas não estamos. Ficar tentando fazer operações mais curtas exigiria um outro instrumento de comunicação para que eu tivesse flexibilidade de mudança, o blog não é eficiente neste caso.
Eu sei também que ao final do dia sempre vão existir posições que teriam dado lucro e as que teriam dado prejuízo. As ultimas seriam "esquecidas" ficando aquela sensação que perdeu-se uma oportunidade.
Estamos num período onde quem perder menos vai ser o ganhador.


- Como assim?
Eu já comentei este raciocínio, se você esta com os seus recursos no over night e os outros ativos caem você é o ganhador mesmo não rendendo nada!

O SP500 fechou a 1.195 com alta de 0,22% o real cotado a R$ 1,8450 com baixa de 0,49% e o euro a 1,3329 com alta de 0,08%.
Para quem seguiu minha sugestão de comprar real publicado no post peru-ou-frango + mapa-da-mina-II recomendo alterar o stoploss para R$1,90.

Fique ligado!

28 de novembro de 2011

Cuidado com o sol

Estamos a poucos dias do inicio do verão, para ser honesto nem parece haja visto o frio que fez em novembro.
Todo cuidado é pouco e é recomendado o uso de protetor solar principalmente para pessoas como eu com pele clara.
Nestas ultimas 24 horas o "nevoeiro" do mercado deu lugar a um sol de rachar What a diference a day makes.
Os motivos são:

a) O FMI estaria estudando disponibilizar 600 bilhões de euros para comprar bonds Italianos (embora desmentido por seus diretores);
b) A Alemanha e França estariam negociando um "pacto de estabilidade"
c) E as boas vendas no "black friday".
No post de sexta feira cuidado com a neblina comentei que não acreditava que a Europa iria "morrer" agora. Os governantes estão reagindo a serie de mas noticias dos últimos tempos.

- David você acha que está melhora nos mercados é por conta do otimismo dos investidores?
Não, é a torcida do palmeiras zerando as posições vendidas! ahahahah....Razão de nossa liquidação do SP500 na semana passada urgente trade#1-liquidação.
Muito bem não esqueçam de passar o "protetor solar financeiro" pois ou este sol vai ser muito forte (alta rápida) ou já, já vem a tempestade.

Achei os dois gráficos a seguir bem interessantes, eles comparam a performance dos principais índices acionários. O primeiro desde março de 2009 onde se considera o fim da recessão.



Dentro do gráfico, a tabela acima classifica o máximo atingido a partir daquela data, e a tabela abaixo qual foi a queda a partir do topo.
Observem que:
a) O Nikkei foi o que menos subiu ate o topo e um dos que mais caiu posteriormente.
b) O Hang Seng (Hong Kong) foi bem ate o topo mas o pior depois disso.
c) O SP500 tem a melhor resultado dos paises desenvolvidos.
d) O Sensex (Índia) teve a melhor performance como um todo.

Esta próximo gráfico apresenta a evolução desde o ano 2000.


Os dois únicos mercados que tiveram retornos positivos foram o da Índia e da China os outros ficaram em território negativo. O destaque é para o Nikkei campeão da pior performance. 
Eu tive a paciência de calcular o rendimento de uma aplicação em títulos de curto prazo do tesouro americano ( treasury bills) neste período (31,1%).
Em outras palavras para U$ 100,00 aplicados no SP500 (valor atual U$ 79,60) e nos títulos do tesouro ( valor atual U$ 131,10) este ultimo rendeu 65% a mais! 
Quem falou que investir em ações no longo prazo é a melhor alternativa!

O SP500 fechou a 1.192 com alta de 2,93% o real cotado a R$ 1,8540 com queda de 1,96% e o euro a 1,3307 com alta de 0,55%.
Fique ligado!






25 de novembro de 2011

Cuidado com a neblina!

Sabemos que dirigir com neblina é uma façanha, de repente aparece um caminhão a frente ou atras todo cuidado é pouco.
Se alguém acha que nos dias de hoje dá para fazer um  investimento com convicção plena CUIDADO! um caminhão pode estar a sua frente ou aparecer um na sua traseira.
Sugestão : Invista sem nenhum viés, isto permitira observar o mercado e corrigir caso seja necessário ou comprovar sua posição.


As sextas feiras eu almoço com alguns amigos que são empresários de diversos ramos de atividade. A situação esta tão indefinida que como bons brasileiros ao invés de dar palpite na escalação da seleção brasileira, o tema foi a Europa.Cada um, eu inclusive, fez uma explanação de sua solução (ou não solução). Nem pensar se alguém tivesse uma ideia diferente simplesmente não era ouvido.Senti que todos estavam sem paciência com pavio curto.
Um analista descreveu um encontro que teve com grandes administradores de fundos e sua sensação foi semelhante a de meu almoço.

O que esta acontecendo? Ao observar o imobilismo/discordância dos governantes europeus ficamos receosos que esta situação leve ao precipício.
Sabemos que soluções difíceis são tomadas depois de muito sofrimento então acho que não chegamos neste ponto.Como já mencionei anteriormente precisa ser definido  quem vai pagar a conta e por enquanto estamos num jogo de empurra. Também não acredito que a Europa vai "morrer" agora ainda haverá novas tentativas só resta aguardar.

Localmente não estou gostando da postura de nosso governo pois partindo do pressuposto que em 2012 os países desenvolvidos sofreram uma forte desaceleração já tem um "kit" para combater a crise e crescer a qualquer custo. Como dizia nosso saudoso Garrincha só falta combinar com os russos!

Hoje o mercado operou somente pela manhã e o SP500 fechou a 1.158 com queda de 0,26%  o real a R$ 1,8860 com queda de 0,63% e o euro a 1,3223 com queda de 0,91%.
Bom final de semana e fique ligado!


24 de novembro de 2011

Peru ou frango? + Mapa da mina II



Sera que o peru tão esperado do dia de Ação de Graças passou do ponto?
Fazendo um paralelo com o consumo dos americanos com certeza passou. A ação do FED com os inúmeros QE, compras de ativos, e a inundação de U$ pelo" helicóptero do Bernanke"" tambem passou.
Se incluirmos a Europa nem se fala não teria espaço para escrever. Vou assumir sem muita explicação "torrou" o coitadinho.
E os Chineses Hummm.... será que eles passaram do ponto ou o peru ainda nem começou a assar?
E no Brasil? bem o real passou do ponto mas não adianta colocar a culpa nos juros e mais justo nas despesas do governo.
E o Mundo ao invés de estar saboreando o delicioso peru esta levando uma serie de "frangos" e não parece ter mais cartas na manga.

Hoje não teve pregão em NY e o real fechou a 1,89 com alta de 1,23% o euro a 1,3333 sem variação.
Não vou sugerir um trade mas para quem é agressivo vale arriscar uma compra do real a R$ 1,90 com um stop curto a R$ 1,95. Olha não pirei, não fiquei louco nem mudei o cenário é só um trade especulativo com um bom risco retorno.

MAPA DA MINA II



EURO


Como ja comentei o euro esta numa correção desde 2007, e nestas situações existem duas forças agindo em sentido contrários, a de longo prazo "puxa" para cima e a de curto prazo para baixo razão pela qual o movimento não tem característica direcional. Acredito que ainda vai demorar de 1 a 3 anos para terminar.
E ainda para complicar, observando o gráfico, não da para afirmar que o movimento intermediário terminou ( em lilas).

- David chega de explicações vamos aos números!
Eu entendo sua ansiedade mas não mando no mercado portanto você deve saber como vejo o caminho, e se ele é uma linha reta ou tortuoso.
Eu vislumbro dois cenários no medio prazo:

1) Movimento Intermediário não terminou ( 25%)
Veja os círculos em vermelho se atingir a região 1 por volta de 1,40 vamos arriscar uma venda. Se atingir a região 2 vamos ficar neutro pois ultrapassando 1,49 vai merecer uma nova analise.

2) Estamos completando o primeiro movimento de queda (75%)
Primeiro objetivo circulo em verde região 1 entre 1,32 - 1,30 e se romper caminhamos para o circulo 2 um pouco mais amplo entre 1,18 a 1,11.

- David não arriscaria uma venda uma vez que a chance de cair é de 75%?
Não, considerado um mal risco retorno pois : a) é um movimento de correção e por conseqüência relativamentre incerto; b) Se parar no circulo 1 em verde o retorno é pequeno e se ao contrario subir ate o circulo1em vermelho podemos perder bem.
Tivemos azar na venda que fizemos no inicio do mês. Paciência!

OURO

Veja o gráfico abaixo de longo prazo (eixo vertical escala logarítmica). Da para ser negativo?


- Opa agora te peguei você não vem dando sinais que o ouro é para baixo?
Vamos relembrar um dos conceitos básicos : O compromisso é com o bolso! 
O que venho prevendo é que o ouro entraria num período de correção mas por enquanto NÃO posso afirmar que este mercado já atingiu o topo.
Muito bem vamos aos números



O gráfico acima enfoca um período mais curto e com o eixo vertical também em escala logarítmica. 
O circulo 1 seria o target no curto prazo entre U$1.500 e U$1.550 se ultrapassar o novo objetivo passa a ser a região entre U$ 1.300 e U$ 1.200.

-Tenho duas perguntas: a) Se atingir U$ 1.200 e continuar caindo o que significa? ; b) E se passar a máxima de U$ 1.900?
No caso a) começo a desconfiar que o topo já aconteceu mas não posso afirmar; b) Esta correção de U$ 1.900 a U$1.600 foi uma "mini-correção" e o processo de alta continua.

- David aqui você não deu probabilidade?
Sabe porque? os dados técnicos de longo prazo são de alta e nestes níveis eu não sou comprador, pelo menos por enquanto. O risco retorno não é atrativo.

Fique ligado!





23 de novembro de 2011

A fortaleza foi atacada

Em comentários anteriores eu vislumbrei a possibilidade da Alemanha sofrer com a atual crise e foi o que aconteceu hoje .O pessimismo foi demonstrado no resultado do leilão de títulos de 10 anos cuja colocação foi a metade do volume ofertado. Como consequência os juros subiram.

- David porque você acha tão negativo?
Ate o momento a taxa dos papeis alemães vinha caindo enquanto dos outros países da Europa subindo.

Isto pode ser visualizado no gráfico abaixo.





Se os juros alemães continuarem subindo e o diferencial entre a Alemanha e os outros países subirem tambem o juro da periferia vai para o espaço mais rápido.
Por exemplo o juro dos papeis da Alemanha é de 2,00% o da França 3,60% portanto a diferença é de 1,60%.
Como esta diferença vem subindo suponha que no futuro os juros alemães estajam em 2,20% e a diferença em 1,80%, sendo assim o custo para a França seria de 4,00%.
Ou seja os juros dos países perifericos ( incluindo a França) serão turbinados.
Conclusão : not good at all!
Por enquanto nenhuma ação dos governos foi suficiente para reverter este movimento. É como numa guerra se o inimigo vai ganhando terreno fica mais difícil contra atacar.

Durante o dia liquidamos a posição de SP500 urgente trade#1 liquidacao veja os motivos.
O SP500 fechou a 1.161 com queda de 2,21% o real fechou a 1,8670 com alta de 2,70% e o euro a 1,3334 com queda de 1,25%.
Amanha é dia de ação de graças nos USA e os mercados estarão fechados , por conseguinte, a liquidez que já não esta muito alta, vai ser baixíssima. Vamos rezar para que não haja nenhuma surpresa, que nos últimos tempos tem sido predominantemente negativas.
Fique ligado!

URGENTE:Trade #1 liquidação


Estamos liquidando a posição vendida no SP500 a 1.168,65 resultando num lucro de 7,40%.
Motivos : a) Tecnicamente esta excessivamente vendido parece que ate os Palmeirenses afinal os corintianos estão agora em primeiro lugar ; b) Acredito que podemos vender melhor mais para frente ; c) LUCRO NUNCA DEU PREJUÍZO!.
Fique ligado!

22 de novembro de 2011

Alerta no BRICS

Voces lembram que comentei sobre o BRICs no post Crib´s e não BRIC´s? La enfatizei as fraquezas tanto da Índia como do Brasil no conta corrente.
Pois bem hoje foi o dia da Rupia (moeda Indiana) atingir o seu valor mais baixo desde de sua criação, outro record!
Os argumentos apontados para a queda são: Crescimento mais baixo, e não é recessão pois esperavam 8% a.a. e agora a expectativa é de 6% (este nível é ruim?); Deficit em conta corrente; e menor interesse por parte dos investidores estrangeiros.
O investimento externo caiu expressivamente, em 2010 foi de U$ 29,0 bilhões e em 2011 apenas U$ 500 milhões.
Outro argumento é que a maioria das companhias não fez hedge de seu capital pois não esperavam desvalorização tão expressiva.

- David você não disse que as empresas no Brasil também não fizeram hedge?
SIM!

Esta é a evolução da moeda nos últimos 5 anos. Para esclarecer a cotação é expressa como a do real ou seja quantas rupias compram 1 dólar.


No campo da Europa a "Olimpíada dos Juros" continua "premiando" os recordistas,  hoje foi a Espanha que realizou um leilão  para colocar seus títulos com vencimento em 6 meses com taxas acima de 5%!
Não vou nem comentar a lista de especulações, mas uma chamou minha atenção onde o FED "substituiria" o fundo europeu na compra dos títulos europeus, tem ate nome GLF mas eu chamaria de MI Missão Impossivel ahahahah....

O SP500 fechou a 1.188 com baixa de 0,41% o real a R$ 1,8180 com alta de 0,55% e o euro a 1,3512 com alta de 0,17%.

Vamos fazer mais um ajuste no Stop Loss da posição vendida #1 (SP500)  para 1.230.
Hoje um leitor não entendeu  porque estávamos reduzindo o nível do stop loss. 
Os motivos neste caso são : a) Proteger o capital ; b) Existe uma possibilidade do SP500 ainda fazer uma nova alta antes de cair.
Fique ligado!

21 de novembro de 2011

Onde esta o artilheiro?

Resolvi fazer um paralelo da situação europeia com o futebol.
Todo dia um país europeu bate seu record no custo de sua divida (com exceção da Alemanha), e mais analistas se juntam aos desacreditados projetando  que as medidas em curso não vão funcionar.
Esta situação lembra um time de futebol que tem que ficar se defendendo sem conseguir atacar.
Os torcedores ( população/analistas) perdem a paciência e criticam primeiro o técnico ( Primeiros Ministros), depois o juiz (países vizinhos) e por ultimo os jogadores.

- David você virou comentarista esportivo? 
Eu acredito que ficar diariamente apontando um país que bateu o record de juros já cansou!

- E qual é a sua sugestão?
Como no futebol alguém tem que virar a mesa e mudar o técnico, jogadores e etc... Precisa de um atacante de peso : Neymar, Messi ou um Adriano que mesmo fora de forma fez um golaço e virou o jogo ontem (e olha que eu não sou corintiano).
Minha sugestão : A ALEMANHA DEVERIA ABANDONAR O EURO!.

- Como é que é? você deve estar louco!
Olha a Alemanha é contra a monetização pelo ECB e EFSF é a mais competitiva economia da Europa de longe. Como os outros países podem se ajustar se não podem desvalorizar sua moeda? Se ela sair e emitir uma nova moeda o euro vai despencar e ajudaria em muito na solução, garanto que o mercado gostaria desta solução.
A chance de isso acontecer por opção é baixíssima, e mesmo que a situação piore é muito difícil.
Em todo caso do jeito que está a Europa vai para a segunda divisão o que não deve ser descartado.

O SP500 fechou a 1.192 com baixa de 1,86% o real a R$ 1,8080 com alta de 1,23%  e o euro a 1,3487 com baixa de 0,16%.
#1- Alterar o Stop Loss do SP500 de 1.320 para 1.255.
Fique ligado


20 de novembro de 2011

Mapa da mina I

Um amigo comentou que enquanto estava viajando ele e os outros leitores ficaram as moscas. Boa!
Como havia prometido vou apresentar o "mapa da mina" para os ativos que acompanhamos.
A analise técnica parte do pressuposto que todas as informações impactam o preço e que portanto analisando seu comportamento dispensa a interpretação das noticias. Eu sei que parece estranho e ate um pouco incerto fazer posições sem uma pesquisa dos motivos que levaram ao movimento.
O economista Robert Shiller em um de seus livros comprovou que o movimento do mercado precede aos argumentos associados aquele movimento.
Eu uso os dois métodos (fundamentalista e técnico) e cada dia mais o técnico tem prevalecido sobre minha analise. Jamais tomo uma posição quando o fundamento me indica um caminho e o técnico o oposto.
Para terminar esta introdução é importante ressaltar que a previsões estão associadas a probabilidades pois não existe certeza absoluta. O que também é interessante é que existe um nível, contrario a sua posição, que se atingido você deve ficar neutro e outro em que a sua analise não estava correta.

SP500


Em queda-livre-a-vista propomos uma venda do SP500 que ainda encontra-se em aberto.

#1 Venda
Preço - 1.255
Stop Loss - 1.320
Target 950/1000

LONGO PRAZO (1 a 4 anos) - Acredito que podemos atingir o nível de 550 é isso mesmo não me enganei, uma queda de mais de 50%!

- Boa David vou vender minha casa e apostar tudo o lucro vai ser enorme.
Calma não é bem assim antes de mais nada existem alguns pontos críticos a serem atingidos. Este nível é 1.075 e abaixo dele a probabilidade de queda aumenta significativamente.
Como este prazo é muito longo vale apenas como indicativo.

CURTO PRAZO

Nesta primeira etapa trabalho com o nível entre 950 e 1.050.
Ao invés de apontar os vários niveis eu prefiro ir passo a passo para não confundir vocês.
Então para esta semana o rompimento de 1.180 é importante e acima de 1.260 decepciona.
Vamos acompanhar.



REAL

Minha base de dados do real não é muito longa razão pela qual vou focar mais o curto prazo.
Estamos num ponto interessante a principio parece que caminha para o intervalo 1,89 ~ 1,92  (objetivo 1). Em seguida vai testar 1,95 e se ultrapassar podemos esperar 2,13  (veja os comentários do post preparem-os-cintos).
Por outro lado se recuar a 1,74/1,73 recomendo ficar neutro e caso visite 1,68 ~1,65 é bem provável que a tendencia de alta foi revertida.

Para não ficar muito extenso vou complementar os estudos faltantes euro e ouro durante a semana no mapa da mina II.
Fique ligado.















18 de novembro de 2011

Sem rumo

A foto simboliza bem a situação atual da Europa sem rumo!
Na noite passada os mercados esboçaram uma reação por conta de um de uma possível solução ao impasse imposto pela Alemanha, onde o FMI seria usado como "laranja" do EFSF ( fundo criado para comprar títulos dos países europeus). A ideia seria que o Fundo Monetário compraria os títulos dos países europeus com problemas enquanto o EFSF proveria os recursos. Sera que a ideia é de algum assessor local?  ahahahah....
Como diria o Garrincha só falta combinar com os russos ou melhor com os americanos!


Em setembro eu comentei que os títulos  franceses e porque não nos alemães também seriam afetados por esta crise de solvência da Europa. Esta semana os titulos franceses atingiram o juros mais eelvados desde a implantação do Euro enquanto os alemães são vistos ainda como porto seguro. Acredito que caso os títulos alemães percam a credibilidade a crise sera irreversível. É como se o termômetro quebrasse.

- David é ai o que vai acontecer?
Vou resumir numa palavra IMPREVISÍVEL!

Nos USA o "super comité" instaurado para propor medidas de redução da divida tem prazo ate 23 de novembro par apresentar sua proposta e ate o momento ainda existe muitas duvidas se conseguem passar alguma elevação de impostos. Lei de Murphy.

O SP500 fechou a 1.215 sem variação o real a R$ 1,7860 com alta de 0,45% e o euro a 1,3508 com alta de 0,40%.
Aguardem neste final de semana vou publicar as analises para o SP500, euro, real e ouro.
Fique ligado!

17 de novembro de 2011

Mão Forte

A situação na Europa esta ficando critica a cada dia um novo recorde de juros é atingido na divida dos países membros com exceção da Alemanha que ao contrario vem caindo.
Hoje foi o dia da Espanha que acabou não conseguindo vender o total de títulos ofertados mesmo com taxas elevadas.
O que esta acontecendo é um ciclo vicioso onde os investidores se retraem com receio de uma renegociação a "la Grecia"  e os bancos que detém posições são obrigados a vender seus estoques a fim de evitar uma corrida pelos depositantes.

Segundo o calculo de analistas o montante disponível pelos Chineses para investir na Europa é de U$ 80/100 bilhões uma vez que 70% de sua reservas estão investidas em títulos do tesouro americano onde não pretendem se desfazer. Resta então o ECB cuja maioria do capital e por conseguinte do mandato é comandada pelos alemães, estes por sua vez são contra o modelo adotado pelos outros BC de aumentar a reserva adquirindo títulos ou seja a chave do helicóptero esta com a Merkel e ela não pretende levantar voo.

Quando eu era executivo do Deutsche Bank lançamos uma campanha com a chamada: Seu dinheiro em mãos forte mas agora se esta postura prevalecer vai levar a derrocada do Euro.

O SP500 fechou a 1.216 com queda de 1,7% o real a R$ 1,7780 com alta de 0,5% e o euro a 1,346 estável.
Fique ligado!

16 de novembro de 2011

Duvida cruel


Sempre que retornamos de viagem sentimos saudades dos filhos e estes esperam nosso retorno  na expectativa dos presentes.
Pois bem aos leitores do acertar na mosca vou publicar no final de semana a analise dos principais ativos que acompanho já com os incrementos técnicos adquiridos. Este é o meu presente de viagem!
Hoje vou ser breve, nestes últimos dias os mercados não apresentaram uma tendencia clara. A piora marcante da situação europeia contraposta aos dados melhores da economia americana ocasionariam esta duvida cruel.


O SP500 ficou nos últimos 30 dias contido num intervalo de 5% ( 1.220 a 1.280).
Nos próximos dias espero uma definição: ou com uma nova alta para cair em seguida (1); ou começar a cair a partir dos níveis atuais (2).
Acho que o indice esperou minha volta ahahahah.......


O SP 500 fechou a 1.236 com queda de 1,6% o real a R$ 1,7700 com alta de 0,2% e o euro a 1,3463 com queda de 0,6%.

Fique ligado!

8 de novembro de 2011

Casino Mor

Fui visitar o CBOT ( Chicago Board of Trade) e é realmente impressionante, Aqui são negociados os contratos de derivativos mais importantes como o SP500, Treasury Bonds e assim vai.
Como isso tudo vai acabar um dia (lembram DERIVATIVOS) valeu enquanto é tempo.
Minha mensagem vai ser breve uma vez que não estou acompanhando atentamente as noticias mas a indecisão do dia foi a Itália e a novela  Berlusconi. .
Conhecendo um pouco o perfil Italiano acredito que muita discussão esta por vir.


O SP500 fechou a 1,261 com alta de 0,63% o real a R$ 1.7460 e o euro a 1,3772.
Fique ligado!

6 de novembro de 2011

Lamento!


Hoje vou dar uma visão mais de longo prazo. O gráfico combina o PIB do G7 ponderados segundo seu tamanho, e a linha pontilhada calcula uma media dos últimos 5 anos.
Que tal é animador ou mais parece estar caminhando suavemente para zero?

- David você teria uma explicação?
Em economia as mudanças podem cíclicas ou estruturais, as cíclicas são temporárias e não alteram o movimento de longo prazo enquanto as estruturais tem efeitos mais imprevisíveis pois tendem a alterar a direção. Eu acredito que estamos passando pela do segundo tipo
  1. A Globalização esta motivando as empresas a contratar sua mão de obra no exterior (China, Índia) por conta de um custo mais baixo. Neste caso taxa de juros baixas e cambio tem pouca influencia neste movimento.
  2. Inovação tecnológica esta destruindo segmentos da economia (compra on line, cinemas, shopping centers ) neste caso a WallMart não vai construir mais lojas somente porque o juro é baixo.
  3. A geração "baby boomers" esta começando a se  aposentar e o fato dos juros estarem baixos os obriga a gastarem menos e poupar mais.
Então o fato de procurar gerar crescimento com mais dividas é a solução? Não uma vez que a criação de emprego tem sido minima, o consumo esta abrindo mão para a poupança e o crescimento tem sido pífio.

Para um mundo que estava acostumado a crescer vigorosamente e os investimentos serem compensados com retornos de 2 dígitos não parece nada promissor, e todos os esforços feitos pelos governos deste países para impulsionar suas economias não deverão funcionar. Devemos esperar no melhor dos cenários uma economia "a la Japão" dos últimos 20 anos.
Preparem-se para retornos baixos, bem mais baixos, e como diz um amigo meu Lamento.
Fique ligado!










4 de novembro de 2011

Agulha no palheiro

Normalmente os mercados fornecem indicações sobre as expectativas futuras. Atualmente estes sinais  tem sido confusos, em alguns momentos as bolsas indicavam que as economias desenvolvidas entrariam em recessão ou talvez não e os mercados emergentes seriam fortemente afetados mas em seguida recuperavam e a volatilidade que poderia ser outro indicador se elevava depois recuava.
Porem os títulos europeus estão enviando uma mensagem clara. Os últimos dados publicados da Europa apontam desaceleração e as pressões inflacionarias estão se abatendo. Nesta situação as taxas de juros deveriam estar caindo. Mas o que observamos é que os juros dos títulos da Espanha, Itália e França estão subindo.
Como podemos interpretar este movimento?
O mercado não acredita que estes países vão conseguir controlar seus déficits e como consequência suas solvências estão sob risco.
Esta é agulha no palheiro que deve ser acompanhada atentamente e se este movimento persistir as economias mundias entrariam numa zona desconfortável.

Hoje foi anunciado a taxa de desemprego nos USA que gerou um movimento inicial  positivo, com o passar do dia  rumores vindos da reunião do G20 sobre discórdias deu um tom mais negativo ao mercado

Em relação ao real ainda não ha uma definição clara, porem fiquem de olho no nivel de R$ 1,81 que se ultrapassado o U$ devera retomar seu movimento de alta.

O SP500(*) estava a 1.252 com baixa de 0,72% o real a R$ 1,7410 com alta de 0,29% e o euro a 1,3776 com baixa de 0,31%.
(*) as 17:00 hs.
Fique ligado!

3 de novembro de 2011

O G20 vai desatar o no?

Neste final de semana sera realizado a reunião do G20 em Cannnes.Considerando os acontecimentos recentes qual sera o objetivo deste encontro?
Em 2008, durante a crise do Lehman Brothers houve um acordo em vários pontos : Os BC deveriam prover muita liquides, os governos gastar e a caça aos investidores em paraísos fiscais.
Porem hoje em dia as divisões são visíveis: No USA deve-se aumentar os impostos ou cortar as despesas? vários movimentos reativos em andamento (Wall Street, Oakland), na Europa parece obvio a todos que a Alemanha tem que pagar a conta menos eles, e os Chineses já disseram que é muito cedo para comprar títulos europeus.

Duvidas, duvidas, duvidas humm.... o mercado não gosta disto!

- David o blog nestes últimos dias esta parecendo tele novela onde estão as sugestões de compra e venda?
Tem toda razão mas no momento não dá é melhor ficar quieto vamos aguardar sinais mais claro. Você acha que o pessoal da foto consegue desfazer o no ou eles vão perder a paciência?

O primeiro ministro Grego fez um acordo politico onde retira sua intenção de consulta através de um referendum em troca do apoio da oposição em seu país, com isso os mercados se tranquilizaram durante o dia. O que eu me pergunto é como a população grega vai se sentir uma vez que do dia para noite os políticos gregos já sabem o que eles preferem?

O SP500 fechou a 1.261 com alta de 1,90% o real a R$ 1,7360 estável e o euro a 1,3813 com alta de 0,49%. Amanha sera anunciado a taxa de desemprego nos USA e sempre pode ser um fator para aumentar volatilidade.

Vou viajar nesta sexta feira, inicialmente participo de um curso sobre analise técnica e depois descanso. Vou procurar escrever todos os dias num formato mais enxuto. Estarei de volta a plena carga a partir do dia 16/11.
Fique ligado!

2 de novembro de 2011

Labirinto

Esta foto expressa visualmente como se encontram os países hoje. A inter-comunicação entre os diversos pontos espelha a globalização. Desafio vocês a encontrar o caminho de saída.
Um relatório que li hoje questionou pontos muito interessantes sobre a  MF holdings (post to-big-to-fail-or-to-save).
O fato desta empresa ter assumido uma posição em títulos de governos europeus 5 vezes seu patrimônio na crença que não haveria default foi o que ocasionou a quebra.
Como o preço destes títulos estão caindo e eles estavam alavancados seus financiadores foram exingindo garantias adicionais (margin call) ate o momento que não tinham nem mais caixa nem credito.
Porem vejamos alguns pontos intrigantes que esta situação acarretou:

  1. A MF é a primeira companhia na historia a quebrar tendo em seus ativos titulos considerados "sem risco".
  2. Se são estes mesmos títulos que o fundo EFSF esta se propondo a comprar então quem vai querer investir nos bonds a serem emitidos ?
  3. O BCE e a maioria do bancos europeus tem também estes títulos então ate quando o mercado terá dois pesos e duas medidas?
Que tal, o mundo financeiro não esta num labirinto? Repararam como a China esta quieta!
Se você quer sair deste emaranhado e observar de camarote fique no over night.

Hoje teve reunião do FED e não houve nenhuma grande mudança apenas  redução das projeções econômicas para 2012 e 2013 como vem acontecendo ultimamente.

O SP500 fechou a 1.238 com alta de 1,62% o real não negociou por conta do feriado e o euro fechou a 1,3733 com alta de 0,23%.
Fique ligado!

1 de novembro de 2011

Happy Halloween?


Hoje pela manhã ao ler as noticias conclui que  Halloween é uma festa, que também, foi globalizada pois havia "bruxas e caveiras" circulando por todos os lados. Aquele famoso ditado " Yo no creo em bruxas mas que las ai, ai" parece mais verdadeiro que nunca.
O Primeiro ministro da Grécia tomou uma medida inesperada pelo mercado vai consultar os gregos se são ou não favoráveis ao pacote, através de um referendo.


Ao aceitar a ajuda, a Grécia pode esperar por longos anos de sofrimento, e George Papandreou ou é contra o pacote ou não que ter o ônus sozinho.

Ontem comentei que Merkel e Sarkosy objetivavam no pacote evitar um contagio maior na Europa e já estão pressionando a Grécia a cumprir o acordo assinado.
Difícil de fazer qualquer prognostico mas o que realmente me deixou preocupado foi um artigo pulicado na Bloomberg selling-more-insurance-on-shaky-european-debt-raises-risk-for-us-banks. Em setembro eu postei um blog, que recomendo seja relido onde-esta-o-grande-risco, e toda vez que me deparo com algum relatório sobre assunto fico de cabelo em pé (os que sobraram ahahahah...). Cada vez mais o mercado de CDS ( Credit Default Swap) de divida soberana parece ser o segmento de maior risco. Vou escrever um post explicando como um default da divida de um país pode ser fulminante.

- Oh David de novo com essas historias aterrorizantes?
Numa ocasião perguntei a minha terapeuta quando deveria levar a serio uma intuição, a sua resposta foi : Compare o que te aflige com a realidade se não se confirmar é um sonho caso contrario é intuição.
Não temos nada conclusivo ainda mas vocês devem concordar que cada dia aparece uma nova bruxa, que com sua vassoura passa a nos aterrorizar.

Hoje o SP500 fechou a 1.218 com baixa de 2,79% o real a R$ 1,7400 com alta de 1,57% e o euro a 1,3705 com baixa de 1,09%

- David, David que azar  no euro se não fosse estopado estaríamos ganhando!
Olha nos mercados as vezes somos estopados por um pontinho e outra vezes não somos pelo mesmo pontinho, azar? sorte? pode ser.
O que não queremos e ficar "rezando" para o mercado ir a nosso favor e a cada dia ele vai consumindo nosso capital. Não temos pressa, queremos eventualmente dar uma "porrada" mas arriscando o capital ganho no mercado e não o nosso.
Para finalizar quem seguiu nosso conselho de ficar no over night esta dormindo tranquilo, não valeu a pena?
Fique Ligado!